sábado, 12 de novembro de 2011

Asas de Papel

1



Eu sempre busquei uma princesa para minha vida, um sonho encantado onde viveríamos felizes para sempre, e você sempre estava ali para colocar juízo na minha cabeça, falar que princesas eram chatas e mimadas. Eu ria, você ficava brava, mas tudo acabava bem.

Nos éramos uma dupla improvável, eu mais alto que a maioria da turma e você com apenas 1,50. Eu lhe ensinava a nadar e você me dava broncas quando ficava de recuperação em matemática. O sol ofuscava minha visão cada vez que deitávamos na grama para falar sobre a vida, jogar idéias bobas no ar. Ser astronauta, nuvens com cara da senhora Charlote, dominar o mundo... sobreviver num apocalipse zumbi.... coisas que não faziam o menor sentido para muita gente, mas que tornavam os nosso momentos únicos.

A cada vez que você tropeçava e eu lhe estendia a mão para se levantar, a cada vez que eu errava uma nota, você sorria e me dava coragem pra tentar de novo. Era engraçado, você nunca cozinhou bem, mas aquele chocolate que você fez foi incrível. E aquele festival da escola? Como esquecer as piadas infames do Carlos, a vitoria da Joana, que sua fantasia rasgou e tivemos que improvisar recortando algumas folhas de papel para fazer novas asas.. e o fora que levei da Julia quando me declarei.

Mas, você sempre esteve ali, ao meu lado, dividindo momentos felizes e me consolando quando eu não tinha forças, você era como um anjo, voando em frágeis asas de papel. E eu não percebi que a cada lagrima minha que molhada suas asas, a cada momento de desilusão em que eu me apoiava em seus frágeis braços, era você quem mais sofria, sofria por não conseguir ser aquela que me fazia feliz. E eu burro nunca percebi isso.

Mas no fim eu estava errado em buscar uma princesa, porque eu já tinha um anjo ao meu lado. Um anjo em forma de uma garota baixa, de cabelo castanho, olhos grande, e um temperamento fora do comum.

Você é meu anjo com asas de papel.

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Andreia disse...

Amar é sempre o nosso melhor. Gostei muito!

Postar um comentário

 
Design by ThemeShift | Bloggerized by Lasantha - Free Blogger Templates | Best Web Hosting

Licença Creative Commons
Contos Perpétuos is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License.